Metroviários aprovam paralisação de 24 horas em São Paulo – Isto É

Assembleia realizada pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo nesta quarta-feira, 17, confirmou a paralisação da categoria para esta quinta-feira, 18. O protesto, segundo os sindicalistas, será contra a privatização das linhas 5-Lilás e 17-Ouro, marcada para ocorrer na sexta-feira, 19.

A greve deverá ter duração de 24 horas, de acordo com o anúncio feito pelos metroviários.

Diante da paralisação iminente, o Governo do Estado de São Paulo já prepara ações para amenizar os transtornos aos trabalhadores que utilizam o transporte público.

Em entrevista à Rádio Eldorado, o secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo garantiu que um trabalho de contingência será organizado a partir das 4 horas da manhã de quinta-feira para avaliar a abrangência da paralisação. “Vamos operar a maior parte das estações possíveis”, prometeu Clodoaldo Pelissioni.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) deferiu, na tarde de segunda-feira, 15, liminar para garantir o funcionamento do sistema metroviário, considerando a iminente greve marcada pelo sindicato.

A liminar determina a manutenção do efetivo de 80% do serviço nos horários de pico (das 6h às 9h e das 16h às 19h) e 60% nos demais horários, sob pena de aplicação de multa no valor de R$ 100 mil.

Caso a greve seja mantida, Pelissioni salienta que a multa de R$ 100 mil será aplicada ao sindicato. “Esperamos ainda que a maior parte dos funcionários venha trabalhar. Quem não vier perderá o dia e também o descanso remunerado. Poderá ainda ser prejudicado em eventual promoção”, afirmou ele.

The post Metroviários aprovam paralisação de 24 horas em São Paulo appeared first on ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!