PIB da China cresce 6,9% em 2017, resultado que marca 1ª aceleração em sete anos – Jornal do Comércio

O crescimento da China ganhou força pela primeira vez em sete anos em 2017, contrariando expectativas de analistas e de autoridades locais de que esforços de Pequim para reduzir o endividamento de empresas, desaquecer o mercado imobiliário e conter a poluição desacelerariam a economia do país.

O Produto Interno Bruto (PIB) chinês teve expansão de 6,9% no ano passado, acelerando o ritmo em relação ao avanço de 6,7% verificado em 2016, segundo dados publicados hoje pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês).

O resultado veio em linha com o número que o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, havia citado na semana passada e ficou bem acima da meta de Pequim para 2017, de +6,5%.

Na ocasião, Li citou a melhora do desempenho comercial – assunto que tem gerado controvérsias com o presidente dos EUA, Donald Trump – como fator que ajudou a China a superar as expectativas no último ano.

Apenas no quarto trimestre de 2017, o PIB da China cresceu 6,8% em relação a igual período do ano anterior, repetindo a taxa do terceiro trimestre. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam acréscimo um pouco menor, de 6,7%.

Considerando-se ajustes sazonais, o PIB chinês cresceu 1,6% entre outubro e dezembro ante os três meses imediatamente anteriores, depois de registrar alta de 1,7% no terceiro trimestre.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!