Bolsas da Europa fecham em alta, deixando de lado temor de paralisação nos EUA – Jornal do Comércio

Os índices acionários europeus fecharam em alta nesta sexta-feira (19), com destaque para os ganhos no setor industrial e de tecnologia, deixando de lado as preocupações com a possível paralisação do governo dos Estados Unidos.

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,54%, acima dos 400 pontos pela primeira vez desde 9 de janeiro, de acordo com dados do FactSect. A bolsa de Londres fechou em alta de 0,39%, a de Paris terminou com avanço de 0,58%, a de Frankfurt avançou 1,15%, a de Madri subiu 0,45%, a de Milão ganhou 0,50% e a de Lisboa fechou em alta de 0,31%.

Esta foi a terceira semana consecutiva de ganhos nos índices acionários europeus, à medida que investidores colocaram em segundo plano os desdobramentos políticos do outro lado do Atlântico, em Washington, onde o Senado deve decidir nedsta sexta se irá deixar o governo federal sem caixa ou aprovará a medida para garantir o financiamento até o dia 16 de fevereiro.

Entre os papéis em destaque que apoiaram os ganhos europeus, se destacam os do Thyssenkrupp (+4,22%), após o executivo-chefe da empresa ter confirmado as metas da fabricante de aço para 2018 e que seguem com os planos de fusão com a Tata Steel.

As ações da Volkswagen (+2,09%) também ajudaram o índice alemão a passar da alta de 1%, com nota do Deutsche Bank de que terá lucros após uma boa temporada entre os papéis da Infineon Technologies, que serão em parte reinvestidos na montadora.

Na economia, dados surpreenderam o mercado financeiro e também apoiaram o dia positivo. As vendas no varejo do Reino Unido tiveram queda de 1,5% em dezembro na comparação com o mês anterior. Analistas apontavam para um recuo bem menor, de 0,8%. Na comparação anual, o indicador subiu 1,4% em novembro, também abaixo da projeção dos especialistas, de alta de 2,5%. Já o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da Alemanha teve aumento médio de 2,6% em 2017 em relação ao ano anterior. Apenas em dezembro, o PPI alemão subiu 0,2% ante novembro e registrou alta de 2,3% na comparação anual.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!