Ibovespa fecha em alta de 0,32%, aos 81.219,50 pontos – Jornal do Comércio

O Ibovespa operou o dia rondando a estabilidade, em um sinal de cautela dos investidores. Mas encontrou tração para se firmar no lado positivo uma hora antes do final do pregão desta sexta-feira (19), e encerrou em alta de 0,32%, aos 81.219,50 pontos, fechando em nova máxima histórica. Os ganhos na semana somam 2,36%. O giro financeiro, R$ 8,4 bilhões.

O fluxo de não-residentes segue ingressando na bolsa e fez a diferença na última etapa da sessão de negócios, de acordo com um operador. As blue chips do setor financeiro, que têm peso de pouco mais de 25% no índice, se valorizaram, com ItauUnibanco PN avançando 0,81% e Bradesco, 0,71%. Também Petrobras PN ganhou 0,22%.

Segundo Aldo Muniz Filho, analista da Um Investimentos, a reserva que se viu preponderantemente durante o pregão estava relacionada à espera de uma realização de lucros mais forte no exterior, onde os mercados acionários estão “bem esticados”.

Em Wall Street, o Dow Jones ensaiou uma correção, que não se sustentou até o fim da tarde. S&P 500 e Nasdaq, pelo contrário, mantiveram o sinal positivo durante o pregão. “Como não há um gatilho nem para cima nem para baixo, ficamos aí na expectativa de realização a qualquer momento”, disse Muniz Filho.

Pedro Paulo Silveira, economista-chefe da Nova Futura CTVM, aponta que, principalmente o Dow Jones, índice correlato do Ibovespa, oscilou em razão das incertezas sobre a aprovação pelo Senado do projeto que estende provisoriamente o teto da dívida dos Estados Unidos. “Sem notícias por aqui, lá fora oscilou e fomos junto em dia de volume menor”, disse.

Segundo o profissional da Um Investimentos, também conta a proximidade do dia 24 – quando o Tribunal Regional Federal (TRF-4) julga o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a sua condenação em primeira instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!