Lançado programa que expande acesso à banda larga no Rio Grande do Sul – Jornal do Comércio

Foi lançado na manhã desta sexta-feira (19), no Palácio Piratini, o Internet Para Todos, programa que visa a levar internet banda larga com preços reduzidos às cidades que ainda não possuem conectividade. A conexão será repassada aos municípios por meios de antenas instaladas pelas prestadoras do serviço e, conforme o governo do Rio Grande do Sul, o acesso não será totalmente gratuito, mas terá preços abaixo do valor de mercado.

Todos os municípios gaúchos interessados em aderir ao programa podem se candidatar a receber as estruturas e, assim como as operadoras de banda larga, devem se inscrever junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Compete também à administração municipal aprovar a isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) de todas as atividades ligadas ao programa, a indicação e a segurança do local onde ficará o equipamento e sua fonte de energia.

Em seguida, as empresas habilitadas devem instalar, junto à Telebras, as antenas que permitem o acesso aos serviços. De acordo com o Ministério, os contratos com as prefeituras e a instalação dos equipamentos devem começar ainda no primeiro semestre deste ano.

Na cerimônia de lançamento, o ministro do (MCTIC), Gilberto Kassab, disse que o governo federal investiu quase R$ 3 bilhões para fazer com que o serviço de banda larga chegue a 100% do território nacional. Segundo Kassab, a iniciativa só foi possível depois que Brasil lançou o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), em maio de 2016.

Por sua vez, o governador José Ivo Sartori (PMDB) ressaltou que o País possui um grande “abismo digital” e aguarda a “democratização do acesso à tecnologia”, que, segundo ele, o novo programa pode resolver. “Tanta desigualdade acaba provocando diferenças de oportunidades e causando exclusão”, afirmou o governador.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!