Opep projeta aumento na demanda por petróleo no País – Jornal do Comércio

A demanda brasileira por petróleo deve ter, em 2017, a primeira alta desde 2014, conforme previsão apresentada nesta quinta-feira pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) por meio de seu relatório mensal, faltando apenas dados de um mês para o fechamento do ano. A entidade projeta uma expansão do consumo de 30 mil barris por dia (bpd) ante 2016, mas não cita qual foi o gasto do produto naquele ano.

“As expectativas para 2018 também são positivas, com os riscos que atualmente se inclinam para o potencial positivo, uma vez que a melhoria da atividade econômica no País está prevista para permanecer saudável”, considerou a instituição no documento.

As expectativas para o crescimento da demanda de petróleo na América Latina são semelhantes às projeções do mês anterior, com uma perspectiva ligeiramente melhor para a economia em relação a 2016: de 50 mil bpd em 2017 e de 90 mil bpd em 2018. Essas previsões estão condicionadas a melhorias globais das condições econômicas da região, com o Brasil como líder do crescimento da demanda de petróleo.

Sobre o Brasil, a Opep destacou que a demanda por petróleo subiu pelo sétimo mês consecutivo em novembro, em cerca de 100 mil bpd na comparação anual, ou alta de 4%. “Essa elevação marca o terceiro maior aumento mensal de 2017 e reflete o ritmo acelerado na melhoria da economia”, enfatizou.

A demanda brasileira por todas as principais categorias de produtos petrolíferos aumentou, com exceção da gasolina. O consumo de gasolina caiu em novembro em 60 mil bpd, ou 7% na comparação anual, porque o produto segue menos competitivo para os motoristas do que o etanol.  

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!