S&P 500 e Nasdaq renovam recordes com paralisação do governo dos EUA no radar – Jornal do Comércio

Os mercados acionários americanos encerraram esta sexta-feira (19), em alta, com os investidores atentos a Washington devido à possibilidade de uma paralisação do governo dos Estados Unidos a partir deste sábado.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,21%, aos 26.071,72 pontos, na máxima do dia; o S&P 500 avançou 0,44%, aos 2.810,30 pontos, e o Nasdaq subiu 0,55%, aos 7.336,38 pontos, também encerrando na máxima do dia. Na semana, os indicadores apresentaram ganhos de 1,04%, 0,86% e 1,04%, respectivamente. Com esses resultados, S&P 500 e Nasdaq renovaram recordes de fechamento.

A possibilidade de uma paralisação do governo americano foi monitorada de perto pelos agentes nesta sexta-feira. Apesar de a Câmara dos Representantes ter aprovado uma medida de curto prazo para financiar o governo e elevar o teto do endividamento dos EUA até 16 de fevereiro, as discussões no Senado não apresentaram previsibilidade. Na Casa, o Partido Republicano conta com 51 assentos, enquanto a oposição tem 39 lugares. No entanto, para aprovar o projeto, são necessários os votos favoráveis de ao menos 60 senadores.

No início da tarde, o líder republicano no Senado, Mitch McConnell, abriu a sessão fazendo críticas à oposição e fez ameaças à reforma imigratória desejada pelos democratas. A Casa Branca também foi para a briga e o diretor de Orçamento do governo, Mick Mulvaney, acusou os senadores democratas de usarem a interrupção do financiamento ao governo como arma política. Já o presidente dos EUA, Donald Trump, recebeu o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, para tentar evitar uma paralisação. Após o encontro, o democrata comentou que a reunião teve progressos, mas que ainda havia um “grande número de desacordos”.

A expectativa de economistas consultados pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, é de que uma paralisação do governo não deve ter impacto significativo na economia. O diretor de estratégia de câmbio do Brown Brothers Harriman, Marc Chandler, lembrou que, em episódios anteriores, o índice acionário S&P 500 registrou queda de 0,6%, em média, e que, caso haja um “fechamento” do governo, o impacto deve ser parecido nos mercados de ações dos EUA.

Entre os setores de destaque, o subíndice financeiro do S&P 500 encerrou o dia em alta de 0,68%, ajudado por papéis de bancos, como Goldman Sachs (+2,05%), Citigroup (+1,18%) e Morgan Stanley (+2,90%). Reagindo a balanços corporativos, os investidores venderam ações da IBM, após a empresa registrar prejuízo líquido de mais de US$ 1 bilhão no quarto trimestre do ano passado. Com isso, a ação da IBM fechou em baixa de 3,99% nesta sexta-feira.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!