Dólar recua em linha com exterior em meio à paralisação do governo Trump – Jornal do Comércio

O dólar opera em queda ante o real. Segundo o diretor da corretora Correparti Jefferson Rugik, o mercado está precificando, por enquanto, a desvalorização da moeda norte-americana no exterior ante algumas divisas principais e ligadas a commodities, na esteira da paralisação parcial do governo norte-americano.

No fim da noite de domingo, senadores em Washington tentaram, mas não conseguiram chegar a um acordo e a expectativa agora é que votem uma proposta que financie o governo Trump até 8 de fevereiro, possivelmente às 15 horas (de Brasília).

No mercado local, os agentes financeiro iniciam a semana atentos ainda à movimentação política em torno do julgamento da apelação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo TRF-4, em Porto Alegre, na quarta-feira.

“O mercado está apostando na inelegibilidade de Lula, mas poderemos ter um movimento protecionista até quarta-feira, pois o mercado não gosta de ficar descasado diante de um evento de tamanha importância”, diz Rugik.

Às 9h51min, o dólar à vista caía 0,48%, aos R$ 3,1856. O dólar futuro de fevereiro recuava 0,37%, aos R$ 3,190. Em Nova Iorque, o índice do dólar (DXY) caía 0,13%.

Ante divisas ligadas a commodities, a moeda americana recuava moderadamente ante o peso chileno, o dólar australiano, o dólar neozelandês e o rand sul africano, mas subia levemente frente o peso mexicano e a lira turca.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!