Trump vai a Davos, após fim da crise orçamentária nos EUA – Exame

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai realmente participar do Fórum Econômico Mundial em Davos esta semana, confirmou a Casa Branca nesta segunda-feira (22), após acordo alcançado no Senado para por um fim à paralisação parcial da administração federal.

Sua participação no evento era incerta desde que entrou em vigor o chamado “shutdown” (fechamento) do governo, na meia-noite de sábado, que manteve o presidente em Washington, em meio às negociações políticas entre republicanos e democratas.

Trump aproveitará sua viagem para se reunir com vários dirigentes, entre eles a primeira-ministra britânica, Theresa May. Este encontro poderá servir para acalmar as tensões após uma longa série de contratempos entre Washington e Londres desde que chegou ao poder, há um ano.

O presidente americano cancelou neste mês uma visita que tinha previsto para Londres, depois de uma polêmica causada pela venda da tradicional embaixada dos Estados Unidos na capital britânica e a construção de uma nova sede.

O fórum econômico será celebrado entre 23 e 26 de janeiro na estação de esqui suíça de Davos e reunirá 3.000 participantes, entre eles 70 chefes de Estado e de governo e 38 representantes de grandes organizações internacionais.

O último presidente americano a participar do Fórum de Davos foi o democrata Bill Clinton no ano 2000.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!