Zona do euro aprova ajuda à Grécia de 6,7 bilhões de euros – Exame

Pagamento será feito em duas etapas: um primeiro desembolso em fevereiro de 5,7 bilhões de euros e o montante restante na primavera do Hemisfério Norte

Por AFP

access_time 22 jan 2018, 18h31

Os ministros de Finanças da zona do euro aprovaram nesta segunda-feira (22) o desembolso de 6,7 bilhões de euros de ajuda à Grécia, após constatar que realizou a maior parte das reformas reclamadas por seus credores.

“Celebramos a adoção de quase todas as medidas previamente acordadas”, que permitem o desembolso de 6,7 bilhões de euros, indicou em entrevista coletiva o presidente do Eurogrupo, o português Mário Centeno, ao fim de uma reunião em Bruxelas.

O pagamento será feito em duas etapas: um primeiro desembolso em fevereiro de 5,7 bilhões de euros e o montante restante na primavera do Hemisfério Norte, após os líderes da zona do euro confirmarem que Atenas concluiu todas as reformas, afirmou o Eurogrupo em um comunicado.

A ajuda, que servirá para cobrir o serviço da dívida, os atrasos e aumentar as reservas de liquidez do país mediterrâneo, é “fundamental para garantir a volta completa da Grécia aos mercados”, explicou Centeno.

Já o comissário de Assuntos Econômicos, Pierre Moscovici, indicou que Atenas executou 95 das 110 reformas econômicas e sociais que foram solicitadas.

Essas medidas provocaram greves e protestos no país. Elas integram o terceiro programa de resgate à Grécia, lançado em 2015 em troca dessas reformas e prevê um montante total de 86 bilhões de euros.

O programa expira em agosto. Desde então, a Grécia, cuja dívida pública chega a 180% do seu Produto Interno Bruto (PIB), espera poder se financiar completamente no mercado mais uma vez.

A zona do euro poderá, “no futuro, iniciar o trabalho técnico sobre medidas de alívio da dívida grega”, segundo o chefe do Eurogrupo. Atenas pede por esta medida, que, entretanto, gera preocupações em países como a Alemanha.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!