Ibovespa fecha em nova máxima histórica – Jornal do Comércio

O fluxo de recursos segue sendo o fiel da balança para o desempenho do Ibovespa, que renovou ontem nova máxima histórica. Após passar a manhã em queda, mostrando a cautela dos investidores pelo evento político que se seguirá nesta semana, o índice à vista Ibovespa firmou-se em trajetória de alta na segunda etapa da sessão de negócios.

A mudança para o sinal positivo veio concomitantemente com a virada do principal índice em Wall Street, o Dow Jones, que abriu a sessão em queda e reverteu para alta acompanhando os pares em Nova Iorque. O principal índice da bolsa brasileira fechou em alta de 0,56%, aos 81.675 pontos em nova máxima histórica. O volume financeiro foi de R$ 7,741 bilhões.

As altas das cotações das commodities beneficiam a bolsa brasileira. As ações da Petrobras ON e PN finalizaram o pregão com ganhos de 1,04% e 1,15% na esteira da valorização dos contratos futuros de petróleo.

Após ter caído para o patamar de R$ 3,18 pela manhã de ontem, o dólar firmou-se no campo positivo à tarde e fechou em alta ante o real, na casa dos R$ 3,20. O movimento, motivado por um fluxo comprador, principalmente por parte de importadores, destoou do comportamento da divisa frente à maior parte das divisas emergentes e ligadas a commodities, que se valorizavam ante a moeda americana.

Apesar de o mercado precificar que a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será mantida em segunda instância, investidores começaram a demonstrar alguma cautela em relação ao desfecho do julgamento de amanhã.

O dólar à vista fechou a sessão em alta de 0,25%, cotado a R$ 3,2089. O volume de negócios foi de US$ 864 milhões. Já no mercado futuro, o dólar para fevereiro terminou com ganho de 0,16%, a R$ 3,2070. O giro foi de US$ 14,816 bilhões.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!