Verbas de anos anteriores do governo somarão R$ 155 bi em 2018 – Exame

Quantia representa um aumento de R$ 6,8 bilhões (4,6%) em relação aos restos a pagar de 2017, que tinham somado R$ 148,2 bilhões

Por Agência Brasil

access_time 25 jan 2018, 17h49

O governo terá à disposição R$ 155 bilhões de verbas de anos anteriores para serem executadas em 2018. Divulgado hoje (25) pelo Tesouro Nacional, o montante de restos a pagar corresponde a 7% do Orçamento Geral da União deste ano.

A quantia representa um aumento de R$ 6,8 bilhões (4,6%) em relação aos restos a pagar de 2017, que tinham somado R$ 148,2 bilhões.

No entanto, de acordo com o Tesouro, a participação das verbas de anos anteriores no Orçamento do ano corrente representa o terceiro menor percentual desde 2008, superior apenas aos restos a pagar de 2008 (6,6%) e de 2017 (6,8%).

Segundo o Tesouro, o aumento este ano decorre basicamente do crescimento de 11,7% de novas inscrições pelos ministérios. Restos a pagar são despesas empenhadas (autorizadas) até 31 de dezembro de um ano, mas pagas nos anos seguintes.

Quando a despesa passou para a fase da liquidação (o serviço foi executado ou a compra foi feita, só faltando o pagamento), o resto a pagar é considerado processado.

Do total de R$ 155 bilhões de restos a pagar deste ano, informou o Tesouro, R$ 128 bilhões não ainda foram processados e R$ 27 bilhões foram processados.

Os anos em que o volume de restos a pagar atingiu níveis recordes foram de 2013 para 2014 (R$ 229 bilhões) e de 2014 para 2015 (R$ 228 bilhões). O montante caiu para R$ 186 bilhões de 2015 para 2016 e para R$ 148,2 bilhões de 2016 para 2017.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!