De olho em dólar volátil, bolsas asiáticas fecham sem direção única – Jornal do Comércio

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta sexta-feira (26), enquanto investidores continuaram observando a volatilidade do dólar na esteira de comentários de autoridades dos EUA.

No meio da semana, o índice DXY do dólar atingiu mínimas em três anos após o Secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, afirmar que um “dólar mais fraco é bom para o comércio”. Ontem, porém, o presidente americano, Donald Trump, emitiu uma mensagem diferente durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, ao dizer que o “dólar vai ficar cada vez mais forte” e que ele deseja ver “um dólar forte”.

O dólar foi impulsionado pelos comentários de Trump nos negócios da tarde de ontem. Ao longo da madrugada, contudo, a moeda americana retomou a recente tendência de desvalorização.

Em seu terceiro pregão negativo, o índice japonês Nikkei caiu 0,16% hoje em Tóquio, a 23.631,88 pontos, à medida que o iene ensaiou recuperação frente ao dólar.

Dados publicados no fim da noite de ontem mostraram que a taxa de inflação anual ao consumidor do Japão atingiu 1% em dezembro, o maior nível desde setembro de 2014, enquanto seu núcleo, que exclui alimentos frescos, ficou em 0,9%, repetindo a variação do mês anterior. O BoJ, como é conhecido o banco central japonês, tem meta de inflação de 2%.

Na China, o Xangai Composto subiu 0,28%, a 3.558,13 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,16%, a 1.950,21 pontos.

O avanço no lucro de grandes empresas industriais chinesas perdeu força em dezembro, ao subir 10,8% na comparação anual, de acordo com o Escritório Nacional de Estatísticas do país. Em novembro, o aumento havia sido de 14,9%.

Pequim também divulgou hoje um plano detalhado para que empresas alavancadas troquem dívidas por ações, numa nova tentativa de reduzir os elevados níveis de endividamento na segunda maior economia do mundo.

Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi subiu 0,49% em Seul, a 2.574,76 pontos, atingindo patamar recorde pelo segundo dia consecutivo, enquanto o Taiex caiu 0,17% em Taiwan, a 11.147,10 pontos, e o filipino PSEi avançou 0,47% em Manila, a 9.041,20 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng tinha expressiva alta de cerca de 1,4% pouco antes do encerramento da sessão, graças ao bom desempenho de ações de bancos.

Já na Oceania, a bolsa australiana não operou hoje em função de um feriado nacional. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!