Trump surpreende Davos com sinalização favorável a TPP – Exame

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abriu a porta nesta sexta-feira para seu país voltar à Parceria Transpacífico (TPP), acordo comercial que ele rejeitou no ano passado apenas alguns dias após assumir a presidência.

O magnata sugeriu isso em um discurso durante sua passagem no Fórum Econômico Mundial (WEF) em Davos, dias após os 11 países concordarem em avançar com o acordo sem os Estados Unidos.

No discurso, Trump disse que os Estados Unidos considerariam negociar acordos de livre-comércio com seus ex-parceiros de TPP “ou individualmente, ou talvez em grupo”. Mas apenas “se for do interesse de todos”, acrescentou.

Embora a sinalização tenha sido vaga, foi bem recebida pelo público pró-livre-mercado.

A rejeição ao TPP foi uma das primeiras decisões de Trump ao chegar à Casa Branca, sob alegação de que prejudicaria trabalhadores americanos.

O antecessor de Trump, Barack Obama, acreditava que o acordo seria benéfico para os negócios e ainda poderia estimular a China a aplicar as mesmas regras comerciais.

“Trump enviou um sinal muito importante sobre o TPP. Isso é muito importante para a região”, disse o ex-diplomata da ONU em Cingapura, Kishore Mahbubani, à AFP após o discurso.

A saída de Trump “foi um desastre, porque teria ajudado a ancorar o presidente americano na região”, acrescentou.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!