Bolsas caem nos EUA pressionadas por setor imobiliário e de serviços básicos – Jornal do Comércio

As bolsas de valores dos Estados unidos fecharam em queda, nesta segunda-feira (29) pressionadas pelo mau desempenho das empresas dos setores imobiliário e de serviços básicos.

O índice Dow Jones fechou em queda de 0,67%, aos 26.439,48 pontos; o S&P 500 caiu 0,67%, para 2.853,53 pontos; e o Nasdaq caiu 0,52%, encerrando aos 7.466,51 pontos.

Os investidores estão ansiosos para a conclusão, na quarta-feira (31) da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), bem como com o discurso do Estado da União do presidente Donald Trump, a ser realizado nesta terça-feira no Congresso.

Enquanto os analistas esperam que o Fed mantenha inalteradas as taxas de juros, o comunicado do BC pode dar pistas sobre futuras elevações nos EUA, de acordo com Mike Bell, estrategista do J.P. Morgan Asset & Wealth Management.

“Não achamos que eles vão fazer alguma coisa nesta semana, mas eles podem deixar o terreno preparado para uma elevação em março”, disse Bell.

As ações de companhias do setor imobiliário, considerado por muitos como um setor que sai prejudicado com as altas de juros por causa de seus dividendos pesados, estão entre as que tiveram as maiores quedas no S&P 500, recuando junto com os preços dos Treasuries.

A Eversource Energy perdeu 2,5% e a CenterPoint Energy viu seus papéis recuarem 2,6%. O setor de energia do S&P 500 recuou 1,6%, pressionado pela queda dos preços do petróleo em meio a expectativas por aumento da oferta.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!