Dólar opera em alta firme com exterior e volta a R$ 3,16 – Valor

SÃO PAULO  –  O dólar inicia a semana em firme alta, levando o câmbio brasileiro a um dos piores desempenhos diários entre as principais divisas globais. Nesta segunda-feira, o entusiasmo com a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é inibido pela recuperação da moeda americana no exterior.

Na máxima, o dólar comercial subiu até R$ 3,1697, quando o avanço era de 0,98%. A moeda ainda gira em níveis bem inferiores ao de antes do julgamento do petista, que ocorreu na quarta-feira passada. No entanto, a alta é a mais acentuada desde a última terça-feira, quando o mercado foi alvo de operações mais defensivas.

Diante da alta do dólar, a desvalorização do real hoje mantém o câmbio local entre os cinco piores do dia numa lista de 33 divisas.

Perto das 10 horas, o dólar comercial subia 0,85%, para R$ 3,1656.

O efeito se estende para os juros futuros, apesar do ritmo menos acentuado. O DI janeiro/2021 subia a 8,790%, ante 8,740% no ajuste anterior, devolvendo parte da queda das últimas duas sessões. Vale apontar, contudo, que o nível era de cerca de 9% antes do julgamento de Lula.

O DI janeiro/2019 era negociado a 6,795% (6,780% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2020, a 7,970% (7,930% no ajuste anterior).

A agenda econômica externa da semana traz a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central americano) na quarta-feira. Hoje, está prevista a divulgação do índice de gastos pessoal dos Estados Unidos e o deflator do índice de preços de gastos com consumo (PCE) de dezembro.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!