Bitcoin Volta a Ficar Abaixo dos US$ 10.000; Altcoins Operam em Queda – Portal do Bitcoin

Na tarde desta terça feira o Bitcoin voltou a ficar abaixo dos US$ 10.000 pela terceira vez durante o mês de janeiro. Com isso, a criptomoeda acumula uma queda superior a 30% em 2018.

Gráfico BTC/USD da Bitfinex

No Brasil, o preço chegou a ser negociado perto dos R$ 32.000.

A queda pode estar relacionada com os reguladores dos EUA fechando o cerco em cima da Bitfinex, uma das maiores exchanges de bitcoin do mundo, por causa do seu token Tether.

A Bloomberg informou que a Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities dos EUA (CFTC) enviou intimações para a Bitfinex e Tether, a empresa que está por trás de um token digital homônimo que está diretamente vinculado ao valor de um dólar americano e é usado amplamente para negociar entre exchanges globalmente. Enquanto a Tether diz que seus US$ 2,3 bilhões em tokens são apoiados por reservas em dólar, os céticos questionam essa mesma reivindicação.

Esse já é um problema antigo e que cada dia vem se tornando maior e com mais gente expondo.

Altcoins

Praticamente todas as criptomoedas do mercado estão operando em queda. Das mais conhecidas, a exceção é a Decred, que opera em alta de 0,25%.

Fonte: Coinmarketcap

Os destaques negativos vão para a Stellar, NEM e Tron, que apresentam as maiores quedas.

Com isso, o valor de mercado das criptomoedas volta ao patamar de US$ 500 bilhões, US$ 150 bilhões a menos do que no início do ano.

Leia Também: Facebook está Proibindo Todas as Propagandas Promovendo Criptomoedas – Incluindo Bitcoin e ICOs

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!