IGP-M sobe 0,76% em janeiro, revela FGV – Jornal do Comércio

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) desacelerou a alta para 0,76% em janeiro ante 0,89% em dezembro do ano passado, divulgou na manhã desta terça-feira, 30, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com isso, o indicador da FGV reduziu a queda em 12 meses de 0,52% em dezembro para deflação de 0,41% no acumulado até janeiro.

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M) saiu de 1,24% para 0,91%; o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) subiu de 0,30% para 0,56%, e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) acelerou de 0,14% para 0,28%.

A desaceleração da alta do IGP-M entre dezembro e janeiro foi provocada pelo arrefecimento dos preços no atacado, que saíram de 1,24% para 0,91% no período. Em 12 meses, o Índice de Preços ao Produtor Amplo acumula queda de 2,34%.

Esse alívio no atacado foi resultado tanto do decréscimo da taxa dos produtos agropecuários medidos pelo IPA Agrícola (0,83% para 0,17%) quanto dos itens indústriais, mensurados pelo IPA Industrial (1,37% para 1,15%).

Por etapas de produção, a de matérias-primas brutas foi a única que desacelerou entre dezembro e janeiro, de 2,50% para 1,08%. Já os Bens Intermediários avançaram levemente de 1,01% para 1,05% e os Bens Finais tiveram alta mais relevante, de 0,48% no último mês de 2017 para 0,64% no primeiro mês de 2018.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!