Petróleo fecha em queda em meio à expectativa de aumento da oferta no Iraque – Jornal do Comércio

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda nesta segunda-feira (29), pressionados pela notícia de que o Iraque, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), vai aumentar sua capacidade de exportação.

Na Nymex, o petróleo WTI para março fechou em queda de US$ 0,58 (-0,88%), a US$ 65,56 por barril. Na ICE, em Londres, o Brent para o mesmo mês cai US$ 1,06 (1,50%) e fechou a US$ 69,46 por barril.

Mais cedo, o ministro de Petróleo do Iraque, Jabbar al-Luaibi, disse que o país está cumprindo o acordo de corte na produção da Opep e comentou que o país irá aumentar a capacidade de exportação de óleo em 400 mil barris por dia neste ano.

De acordo com Luaibi, o Iraque irá realizar conversas com a ExxonMobil sobre projetos integrados no sul do país, sendo que, nessa região, houve a exportação de 3,435 milhões de barris por dia de petróleo somente em dezembro. O ministro também comentou que há apenas diferenças mínimas com autoridades curdas em relação a exportações de petróleo e que a exploração do Iraque adicionou 10 bilhões de barris em reservas.

A notícia adicionou preocupação com a questão da oferta no mercado, que já está em alta por causa do aumento da produção de petróleo nos Estados Unidos.

Na última sexta-feira, a Baker Hughes informou que o número de poços e plataformas de petróleo em operação nos EUA subiu 12, de 747 para 759 na semana. Somado às operações de gás natural, o número total passou de 936 para 947.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!