Petróleo opera em baixa, novamente influenciado por avanço na produção dos EUA – Jornal do Comércio

Os futuros do petróleo operam em baixa nesta manhã, ampliando perdas de 0,9% a 1,5% da sessão anterior, em meio a preocupações renovadas com a tendência de avanço na produção dos EUA.

Às 10h21min (de Brasília), o petróleo tipo Brent para abril caía 0,62% na IntercontinentalExchange, a US$ 68,77 por barril, enquanto o WTI para março recuava 0,95% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 64,94 por barril.

“A produção de petróleo dos EUA está crescendo e as previsões foram revisadas para cima”, comentou Ehsan Ul-Haq, diretor de petróleo bruto e produtos refinados da Resource Economist. “O excesso de oferta está se tornando um problema – com o aumento da produção dos EUA, vamos nos afogar em petróleo”, acrescentou.

A produção americana poderá “ficar bem perto” da marca simbólica de 10 milhões de barris por dia (bpd) nesta semana, segundo a corretora PVM Oil Associates Ltd.

Recentemente, a Agência Internacional de Energia (AIE) previu em relatório que a produção dos EUA deverá ultrapassar a da Arábia Saudita este ano, chegando a superar 10 milhões de bpd, acima da máxima vista na década de 1970.

À noite, às 19h30min (de Brasília), a atenção de operadores vai se voltar para a pesquisa semanal do American Petroleum Institute (API) sobre os estoques de petróleo bruto e de derivados dos EUA. Amanhã, o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) americano divulga o levantamento oficial, que também inclui números sobre produção.

Na avaliação do DoE, os estoques de petróleo bruto vêm caindo há dez semanas consecutivas.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!