Em Pequim, May defende expansão de parceria comercial com a China – Exame

Pequim – A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, defendeu a expansão da “parceria estratégica global” entre seu país e a China no primeiro dia de sua visita à segunda maior economia do mundo.

Em reunião com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, May citou “uma era de ouro” nas relações entre os dois países, a qual Londres espera que traga grandes quantidades de investimento na criação de empregos por meio das companhias globais chinesas.

“Esse é um momento favorável do ano para pensar e considerar como nós podemos continuar construindo essa era de ouro e sobre a parceria estratégica que nós estamos desenvolvendo entre o Reino Unido e a China”, disse May.

No discurso de abertura, Keqiang, por sua vez, disse que a visita de May “traria novos frutos, que vão elevar a era de ouro nas relações China-Reino Unido”.

Estreitar os laços com a China se tornou mais urgente depois que o Reino Unido escolheu sair da União Europeia (Brexit), forçando o país a formar novos acordos comerciais fora do bloco de 28 países.

A primeira-ministra está sendo acompanhada por 50 líderes empresariais nessa viagem à China, inclusive os executivos-chefe da Jaguar Land Rover e da farmacêutica AstraZeneca.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!