Ministério da Cultura lança curso a distância para empreendedores de games – Jornal do Comércio

Foi lançado hoje (31), na modalidade de educação a distância (EAD), o curso O setor de games no Brasil: panorama, carreiras e oportunidades. Esse é o primeiro de uma série de três cursos para a capacitação de empreendedores do mercado de jogos eletrônicos. O curso é gratuito e foi desenvolvido por meio de uma parceria entre Ministério da Cultura, a Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e o Núcleo de Estudos em Economia Criativa e da Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Neccult-UFRGS).

As aulas serão realizadas pela plataforma de cursos Lúmina – https://lumina.ufrgs.br/ – da UFGRS. O material de apoio reúne guias de estudo, vídeos e atividades. Cada curso tem duração de 30 horas. Ao final de cada um, os participantes receberão certificado da universidade gaúcha. Os demais cursos – Dicas e desafios para empreendedores e Internacionalização no setor de games – serão lançados em fevereiro. 

Durante o Brazil’s Independent Game Festival (BIG Festival) 2018, que será realizado nos dias 27 e 29 de junho em São Paulo, haverá uma solenidade de entrega de certificado para as dez primeiras pessoas que completarem os três cursos.

Dados do Ministério da Cultura apontam que o faturamento do setor de games no Brasil em 2017 alcançou R$ 1,3 bilhão. O faturamento mundial no mesmo ano foi R$ 116 bilhões. A estimativa é que em 2020 este valor chegue a US$ 143,5 bilhões, um crescimento médio de 7,3% ao ano.

A maioria das empresas de games no Brasil estão nas regiões Sudeste e Sul (78%). O estado de São Paulo concentra a maior parte dos desenvolvedores de games, seguido por Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. A metade das empresas do setor (50%) já funciona há mais de três anos e mais de 70% têm até cinco colaboradores. Mais da metade tem até três jogos lançados e atua tanto no mercado brasileiro quanto internacional.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!