Petróleo fecha em alta em meio à queda dos estoques de derivados nos EUA – Jornal do Comércio

Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta nesta quarta-feira (31) apoiados por números do governo dos Estados Unidos que mostraram queda dos estoques de combustíveis na semana passada.

Na Nymex, o petróleo WTI para março fechou em alta de US$ 0,23 (+0,36%), a US$ 64,73 por barril. Na ICE, em Londres, o Brent para março – que venceu nesta quarta – fechou em alta de US$ 0,03 (+0,04%), a US$ 69,05 por barril. Já o Brent para abril subiu US$ 0,37 (+0,54%), a US$ 68,89 por barril.

O Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) informou mais cedo que os estoques de petróleo subiram 6,776 na semana passada, para 418,359 milhões de barris. A alta, a primeira após dez quedas consecutivas, foi bem maior do que estimavam analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam avanço de 1,8 milhão.

Os estoques de gasolina, no entanto, cederam 1,98 milhão de barris, para um total de 242,06 milhões, ante expectativas de alta de 1,8 milhão. Os estoques de destilados recuaram 1,94 milhão de barris, para 137,9 milhões, ante estimativa de queda de 1,2 milhão.

O mercado pode estar atribuindo parte do aumento da oferta de petróleo bruto “ao clima de inverno no sul que fez com que as refinarias desacelerassem as atividades”, disse Phil Flynn, da Price Futures Group.

Matt Smith, diretor de commodity da ClipperData. disse, no entanto, que “a atividade baixa das refinarias e um aumento da demanda por combustíveis resultou no recuo dos estoques de gasolina e destilados, ajudando a compensar um pouco do impacto negativo dos excedentes de petróleo no mercado global”. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!