Yellen se despede do Fed com economia americana nos trilhos – Exame

ÀS SETE – Janet Yellen finaliza um período de 14 anos na instituição, os últimos quatro como presidente, na sexta-feira

Por EXAME Hoje

access_time 31 jan 2018, 07h07 – Publicado em 31 jan 2018, 06h48

A primeira presidente mulher do banco central americano, o Fed, conclui nesta quarta-feira sua última reunião à frente da instituição.

Janet Yellen finaliza um período de 14 anos na instituição — os últimos quatro como presidente — na sexta-feira com o crescimento do país estável, a inflação próxima na meta de 2% e o nível de desemprego no patamar mais baixo em quase duas décadas.

Yellen resistiu aos constantes pedidos de economistas para elevar a taxa de juros mais rapidamente, prestando atenção à inflação e ao mercado de trabalho fraco.

Na reunião que termina nesta quarta-feira, a cautela deve permanecer. A expectativa é que a taxa de juros do país permaneça inalterada entre o patamar de 1,25% e 1,50%.

Substituir Yellen após apenas um mandato à frente do banco é um ato tem precedentes na história recente.

Todos os presidentes do Fed na história moderna que completaram o primeiro mandato, de quatro anos, foram reconduzidos para um segundo mandato.

Os últimos três presidentes, inclusive, foram nomeados para mais quatro anos por um presidente do partido da oposição.

Durante a campanha eleitoral, Donald Trump criticou duramente Yellen por considerar que ela atuava “de forma política”.

Entre as críticas estava a resistência de Yellen em aumentar os juros do país, o que, segundo Trump, inflava os dados econômicos e ajudava de forma direta o partido democrata, e sua candidata Hillary Clinton, na campanha contra ele.

Mas, nos últimos meses, o presidente americano mudou de opinião e manifestou respeito pelo “bom trabalho” realizado por Yellen à frente do banco central. Claro: os bons dados da economia que ele criticava agora jogam a seu favor. Ontem, em seu discurso anual ao Congresso, Trump voltou a usá-los como argumento de que seu governo vai muito bem, obrigado. A partir de semana que vem, a responsabilidade estará com seu sucessor, Jerome Powell.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!