Bolsa de Mumbai tem maior queda em 15 meses após governo propor novo imposto – Jornal do Comércio

A principal bolsa da Índia, a de Mumbai, fechou em queda nesta sexta-feira (2), em meio a uma fuga dos investidores devido à imposição de impostos sobre ganhos de capital.

Índice que reúne as ações mais negociadas em Mumbai, o S&P BSE Sensex caiu 2,3%, a maior queda diária em 15 meses, chegando aos 35.066,75 pontos.

No plano orçamentário apresentado pelo ministro de Finanças da Índia, Arun Jaitley, o governo propôs um imposto de 10% sobre ganhos de capital de longo prazo que excederem 100 mil rupias.

Para alguns analistas, os programas de investimento incluídos no orçamento federal apresentado ontem não ajudarão a impulsionar o crescimento do consumo. Outros, no entanto, atribuem a queda de hoje a uma correção tardia após os ralis recentes.

Entre os setores que lideraram a queda estão os bancos privados e montadoras. Ações com menos exposição doméstica, como tecnologia, no entanto, sobreviveram ao movimento de venda.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!