Dólar sobe ante real, alinhado com exterior e de olho em Previdência e Copom – Jornal do Comércio

O dólar forte em meio à queda de commodities no exterior influencia a demanda e alta da moeda americana frente o real na manhã desta quarta-feira (7) segundo profissionais de câmbio. Os agentes financeiros estão na expectativa pela decisão do Copom para a taxa Selic – com apostas majoritárias em mais um corte de 0,25 pp, para 6,75%, que pode ser o último do atual ciclo. O anúncio do Copom e o comunicado da reunião serão divulgados após o fechamento dos mercados.

A moeda americana já desacelerou pontualmente o ganho intraday em meio aos ajustes de posições, após a queda no fim desta terça-feira, 6, mas também repõe posição, buscando um preço em meio à alta do dólar ante o real no mercado de moedas emergentes, disse o gerente de mesa de derivativos de uma gestora de recursos.

Para o diretor da corretora Mirae Pablo Spyer, a volatilidade persiste e a cautela segue na ordem do dia. “As incertezas locais (reforma da Previdência e eleições) vão trazer mais volatilidade aos negócios”, avalia.

Às 9h29min desta quarta-feira, o dólar à vista subia 0,22%, aos R$ 3,2498. O dólar futuro de março ganhava 0,45%, aos R$ 3,2575.

No radar está o novo leilão de até 9.500 contratos de swap cambial (US$ 475 milhões) no fim da manhã. Na terça, o Banco Central vendeu o lote integral de US$ 475 milhões (9.500 contratos), o que ajudou na queda do dólar ante o real, na contramão do exterior.

O mercado está atento aos desdobramentos do café da manhã do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que acontece agora na residência de Maia em Brasília (9h). Também vai monitorar a entrevista coletiva do líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e do relator da Reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), às 10h, para apresentar um novo texto sobre a reforma da Previdência.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça que a votação está mantida para o próximo dia 20 de fevereiro.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!