Ministro do TCU critica preço de venda da Eletrobrás – Jornal do Comércio

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo Filho criticou a pressa do governo Temer em fazer um grande volume de privatizações em pouco tempo, principalmente no caso da Eletrobrás.

Vital do Rêgo determinou que a Secretaria-Geral de Controle Externo do órgão apresente, em 30 dias, o levantamento de todas as ações de fiscalização previstas para este ano, incluindo as focadas nos processos de desestatização. Uma das principais preocupações do ministro, segundo comunicado feito durante a sessão do dia 30 de janeiro,  se refere ao preço mínimo de R$ 12,2 bilhões estipulado para a Eletrobrás.

O ministro do TCU disse que o valor mínimo está relacionado à atividade da empresa e ao lucro que ela pode gerar. O ministro lembrou, no entanto, que a Eletrobrás possuía ativos totais de R$ 171,35 bilhões e R$ 46,83 bilhões de patrimônio líquido em 30 de setembro do ano passado. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!