ANP: 17 empresas se inscrevem para disputar blocos em mar na 15ª Rodada – Jornal do Comércio

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) recebeu a inscrição de 17 empresas para a disputa dos blocos marítimos e cinco para os blocos terrestres na 15ª Rodada de Licitações, prevista para 29 de março, informou a agência nesta quinta-feira. O número ficou abaixo das 36 inscritas, no ano passado, para a 14ª rodada. Os nomes das empresas ainda não foram divulgados.

Pela primeira vez, a ANP vai realizar o leilão pelo regime de licitação em duas partes. Os blocos marítimos vão ser vendidos pela manhã e os de terra, na parte da tarde.

“Por experiência própria, o número de empresas inscritas não quer dizer muito no leilão, porque às vezes se inscrevem e não ‘bidam”https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2018/02/anp-17-empresas-se-inscrevem-para-disputar-blocos-em-mar-na-15a-rodada-jornal-do-comercio.br”, disse ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) o ex-diretor geral da ANP e hoje consultor David Zylberstajn. Ele considerou o número de inscritos “ótimo” e explicou que participar ou não depende da estratégia da empresa, além de depender também do nome das empresas inscritas. “Não é falta de interesse, temos que ver quem se inscreveu, cada empresa tem sua estratégia”, avaliou.

A lista completa com os nomes das empresas será divulgada na medida em que as inscrições forem aprovadas pela Comissão Especial de Licitação (CEL) da ANP, informou a agência. A primeira reunião da CEL foi realizada no dia 6 de fevereiro e a próxima está prevista para o dia 21 deste mês.

A CEL é constituída por seis membros efetivos e dois suplentes, sendo três dos efetivos e os dois suplentes pertencentes ao quadro de pessoal da ANP, um Procurador Federal, lotado na ANP, e dois representantes da sociedade que não mantenham, ou tenham mantido, nos seis meses anteriores à publicação da Portaria que constituir a CEL, em cada Rodada de Licitação, qualquer vínculo direto com órgãos, entidades ou empresas ligadas à indústria do petróleo e do gás natural.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!