Juros futuros operam em baixa um dia após Copom – Valor

SÃO PAULO  –  Os juros futuros operam em baixa nesta quinta-feira, mediante a um ambiente externo mais calmo. O recuo ocorre, inclusive, em taxas de curto prazo, a despeito da indicação do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre o término do ciclo de corte da Selic.

Ontem, como esperado, o comitê reduziu a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual, para 6,75%. A novidade veio com o comentário sobre os próximos passos. Embora não tenha descartado totalmente a possibilidade de extensão da queda de juros, o Copom apontou que o mais adequado neste momento seria a interrupção do ciclo.

Os investidores consideram ainda o resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em janeiro, que subiu 0,29%, após alta de 0,44% no último mês de 2017. É o menor IPCA para o mês desde a criação do Plano Real, em 1994.

Às 11h48, o DI janeiro/2019 caía a 6,725% (6,805% no ajuste anterior).

Já o DI janeiro/2020 recuava a 7,950% (8,050% no ajuste anterior) e DI janeiro/2021 caía a 8,800% (8,870% no ajuste anterior), com ajuda da baixa do dólar ante o real e um ambiente externo menos tenso.

Uma das principais medidas de risco no segmento é a inclinação da curva de juros, que também mostra uma amenização da pressão externa. O prêmio medido entre o DI janeiro de 2023 e o DI janeiro de 2019 opera em 274 pontos hoje, ante o pico recente de 284 pontos no fechamento de segunda-feira. Com isso, se aproxima do nível de 267 pontos há uma semana, antes da turbulência em Nova York.

Do lado do câmbio, o dólar comercial cedia 0,45%, cotado a R$ 3,2603 às 11h50.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!