Meirelles reitera que previsão para PIB é de crescimento de 3% – Jornal do Comércio

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, voltou a afirmar nesta quinta-feira (8) que a expectativa da pasta para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano é de um crescimento de 3%. Ele falou para empresários mineiros em Nova Lima, Região Metropolitana da Belo Horizonte.

Meirelles lembrou que as previsões do mercado são de uma expansão de 2,7%, mas que a da Fazenda é de 3%. “Normalmente, a Fazenda costuma acertar (as previsões)”, disse o ministro.

Ele deixou claro que o pior da crise ficou para trás e que o Brasil acaba de sair da maior crise econômica de sua história.

Meirelles fez menção à queda da inflação e disse que as pessoas ainda não estão tendo a percepção de melhora da economia porque, apesar da geração de empregos, o desemprego continua elevado.

“Num processo de retomada econômica, o emprego informal cresce antes do formal”, explicou o ministro. Ele disse ainda que, até a eleição, a economia vai melhorar mais a ponto de viabilizar uma candidatura de centro à Presidência da República.

O ministro se negou a fazer prognósticos para a taxa básica de juros e disse que este assunto será deixado para a diretoria do Banco Central. “Eu fui presidente do BC e nunca achei produtivo ministro da Fazenda interferir na política monetária”, disse Meirelles, em referência às interferências que o BC sofria da Fazenda quando o petista Guido Mantega era o titular da pasta.

Meirelles foi provocado pela plateia a dar sua opinião sobre as criptomoedas. Na avaliação dele, se trata de um investimento, mas não é um meio de pagamento. “Não tem lastro e não tem banco central”, disse.

O ministro da Fazenda afirmou que as pessoas podem criar um determinado índice e outras podem apostar no tal índice. No começo pode subir, mas depois pode cair. “Quem ganhou, ganhou. Mas é uma aposta”, comentou.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!