Taxas futuras de juros recuam com IPCA ofuscando corte da Selic – Jornal do Comércio

Os juros futuros mostram leves baixas na manhã desta quinta-feira (8) com a desaceleração do IPCA de janeiro ofuscando o já precificado corte de 0,25 pp da taxa Selic, para 6,75% ao ano na noite de quarta-feira, segundo um operador de renda fixa. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mostrou alta de 0,29% em janeiro, ante um avanço de 0,44% em dezembro, informou pela manhã o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No comunicado do Copom, na noite de quarta, o comitê afirmou que se o cenário econômico se desenvolver como esperado, será “mais adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária” na reunião de março.

O colegiado, no entanto, deixou aberta a possibilidade de rever essa posição. O Banco Central também avalia que o cenário externo tem se mostrado favorável, contribuindo para “manter o apetite ao risco em relação a economias emergentes, apesar da volatilidade recente das condições financeiras nas economias avançadas”.

Às 9h25min desta quinta, o Contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2020 estava a 7,99%, de 8,05% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2021 a 8,82%, de 8,87% no ajuste anterior. E o DI para janeiro de 2023 caía a 9,53%, de 9,57% no ajuste de quarta.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!