Em meio à turbulência em NY, custo do CDS do Brasil dispara – Valor

SÃO PAULO  –  O custo do seguro contra calotes de emergentes registrou na quinta-feira seu maior salto em quase cinco meses. No caso do Brasil, a taxa do CDS de cinco anos disparou 17 pontos-base, para 167 pontos no fim da tarde de quinta-feira, conforme dados da Markit. Foi o avanço mais acentuado desde a alta de 23 pontos-base em 20 de setembro.

O avanço do CDS de cinco anos também foi observado no México. A taxa avançou 10 pontos-base, para 110 pontos, ante alta de 16 pontos em 20 de setembro. Agora, a diferença entre o custo do CDS do Brasil e do México é de 56 pontos-base, o mais elevado em 2018.

Desta vez, o movimento sobre emergentes reflete a turbulência dos mercados americanos, desencadeada há uma semana por preocupações com o ritmo e intensidade do aperto monetário do Federal Reserve (Fed, banco central americano). Atualmente, os ativos financeiros precificam, de forma geral, entre três e quatro altas de juros nos Estados Unidos.

Há cinco meses, por outro lado, os ativos globais trabalhavam com relativa tranquilidade, mas já recebiam as indicações do Fed sobre a redução do balanço patrimonial. Ao mesmo tempo, os investidores reforçavam apostas de alta de juros em dezembro, o que se confirmou.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!