Ibovespa cai 1,49%, e dólar sobe 0,15% – Jornal do Comércio

O Ibovespa operou por mais um dia sob a influência do mau humor dos mercados acionários dos Estados Unidos, onde os olhares dos investidores se voltam para as possibilidades de um aperto monetário mais forte. O índice à vista abriu a sessão de negócios desta quinta-feira em alta e, tentando recuperar as perdas da véspera, testou o patamar dos 83 mil pontos. Mas, na segunda etapa do pregão, virou para o negativo e começou a imprimir perdas conforme seus pares em Nova Iorque se deterioravam. Fechou em baixa de 1,49%, aos 81.532 pontos. O giro financeiro foi de R$ 11,3 bilhões.

No meio da tarde, o Ibovespa operava em queda moderada, mas passou a registrar sucessivas mínimas espelhando Wall Street, que recuava após declarações do presidente da distrital de Nova Iorque do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), William Dudley, dizendo que a precificação do mercado sobre o aperto monetário estava correta.

O nervosismo dos mercados internacionais e a proximidade do feriado de Carnaval no Brasil incentivaram o investidor a buscar posicionamento defensivo, o que manteve o dólar em alta ante o real. Ao final dos negócios no mercado à vista, o dólar foi cotado a R$ 3,2795, com ganho de 0,15%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!