Petroleiras têm maior nível de operação de sondas desde 2015 – Exame

Empresas de energia dos Estados Unidos colocaram 26 sondas em operação nesta semana, impulsionando o número total a 791, maior nível desde abril de 2015, ainda que o petróleo tenha caído de máximas de três anos.

Operadores de sondas aumentaram a atividade na expectativa de preços maiores para a sua produção de 2018 do que no ano passado.

O aumento na semana encerrada em 9 de fevereiro foi a maior alta semanal desde janeiro de 2017, disse a empresa de serviços energéticos Baker Hughes em seu relatório semanal divulgado nesta sexta-feira.

Mais da metade dessas sondas de perfuração estava localizada nas bacia Permiana no oeste do Texas e leste do Novo México, onde o número de unidade ativas cresceu em 10 sondas nesta semana para 437, maior nível desde janeiro de 2015.

A contagem de sondas dos EUA, um indicador antecipado de produção futura, está muito mais alta do que há um ano, quando 591 sondas estavam ativas, com empresas de energia continuando a aumentar seus gastos desde meados de 2016, quando os preços do petróleo começaram a se recuperar de uma crise de dois anos.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!