Caminhoneiros argentinos suspendem protesto que afetou exportação – Exame

Buenos Aires – Caminhoneiros argentinos encerraram um protesto que afetava a exportação de grãos e terão uma audiência em 23 de fevereiro com autoridades do Ministério dos Transportes, disse no sábado um funcionário da pasta à Reuters.

A demonstração de força fez com que quase uma centena de barcos atrasassem na sexta-feira devido à impossibilidade de carregar os grãos no porto de Rosário, o principal porto agroexportador do país.

“A audiência foi concedida a quatro indivíduos que apresentaram uma petição após terem anunciado que a medida foi suspensa”, disse à Reuters Guillermo Campra, diretor nacional de cargas do Ministério do Transporte.

“Lamentavelmente eles decidiram protestar desta forma, sem pedir um diálogo antes”, acrescentou, referindo-se à demonstração e força que se prolongou por mais de uma semana.

Caminhoneiros iniciaram há quase 10 dias um protesto que limitou o trânsito de veículos carregando grãos para abastecer as empresas que processam soja, milho e trigo e seus derivados em um dos maiores fornecedores globais de alimentos.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!