Presidente do BC do Japão reitera necessidade de estímulos à economia – Jornal do Comércio

O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, reiterou nesta terça-feira (13) que a instituição vai manter a política monetária ultrafrouxa dadas as condições atuais da economia do país. “Dado que os preços continuam baixos, é importante para a economia japonesa continuar persistentemente com o atual programa de relaxamento monetário”, afirmou Kuroda, em sessão do parlamento japonês.

Em relação à recente turbulência no mercado global de ações, Kuroda disse estar monitorando os recentes movimentos. “Mas os fundamentos econômicos globais se mantêm sólidos, bem como os lucros das empresas japonesas”, sublinhou.

O banqueiro deve ser apontado para um novo mandato de cinco anos. Na mesma sessão do parlamento, no entanto, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, declinou de confirmar se vai manter Kuroda no cargo.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!