Paulistanos deixam de viajar para curtir o carnaval de São Paulo – Isto É

Um número maior de paulistanos preferiu permanecer na capital neste ano do que viajar para passar o carnaval no interior e no litoral paulista. Nas rodovias sob concessão estadual, o volume diário médio de carros foi 23,86% menor nesta folia do que na do ano passado, segundo levantamento feito pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Um dos possíveis motivos seria a maior atração dos blocos de rua paulistanos, levando muitas famílias da capital a abrir mão da viagem para ficar na cidade.

A Artesp considerou o movimento em 7,7 mil quilômetros de rodovias concedidas, entre elas os principais eixos de acesso à capital, no período da 0 hora de sexta-feira, 9, até as 12 horas desta Quarta-Feira de Cinzas, 14.

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, principal acesso à região de Campinas, no início da noite, ainda faltavam 70 mil veículos para atingir a expectativa de 960 mil carros circulando durante o carnaval.

No Sistema Castelo Branco-Raposo Tavares, o movimento foi de 3% a 6% menor, segundo a concessionária – os números finais só serão fechados nesta quinta-feira, 14, mas, até a tarde de quarta, estavam abaixo da previsão.

As estradas, mais tranquilas que o esperado, surpreenderam o engenheiro Moacir Goldoni, de Sorocaba, que passou o Carnaval no Guarujá. “Teve ano em que levamos seis horas só para chegar. Neste ano, fomos e voltamos nesse tempo.”

Houve redução também em rodovias federais. Na Fernão Dias, a queda no movimento foi de 100 mil veículos neste carnaval, comparado com o de 2017.

Rodoviárias

Nos terminais rodoviários de São Paulo – Tietê, Barra Funda e Jabaquara -, o movimento de chegada de passageiros pode ter sido, pela primeira vez, maior que o de saída no carnaval. A empresa Socicam, que administra os terminais, havia estimado a saída de 760 mil passageiros em ônibus. Até o fim da tarde desta quarta-feira, o balanço não estava fechado, mas os números parciais indicavam um número maior de chegadas do que de partidas.

A estudante Patrícia Velasques, de 21 anos, de Sorocaba, desembarcou domingo, 11, com o namorado no Terminal Barra Funda para acompanhar os blocos. “Fomos à (Avenida) 23 de Maio, estava lotada. Não imaginava que o carnaval de São Paulo fosse tão animado”, disse.

The post Paulistanos deixam de viajar para curtir o carnaval de São Paulo appeared first on ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!