Bolsas de Europa operam em alta, de olho em balanços corporativos – Jornal do Comércio

As bolsas europeias operam com ganhos na manhã desta sexta-feira (16). Os índices eram beneficiados pelo bom desempenho de ontem nos mercados acionários em Nova Iorque, reagindo ainda a balanços de importantes companhias do continente.

Após dias turbulentos mais cedo neste ano, as bolsas europeias mantinham a tendência de recuperação. Com isso, caminham para fechar uma semana positiva. No dia, o setor de energia é um destaque, apoiado pelo avanço do petróleo e do cobre, ao menos por ora.

Entre os balanços em foco, a Eni informou que teve lucro líquido de 2,10 bilhões de euros (US$ 2,62 bilhões) no quarto trimestre, beneficiada pelo aumento no preço do petróleo e pelo crescimento das vendas em várias de suas divisões. O papel da petroleira italiana subia 1,48% na Bolsa de Milão.

Em Paris, a ação da EDF avançava 6,96%, após a companhia estatal do setor de energia registrar lucro líquido de 3,17 bilhões de euros (US$ 3,98 bilhões) no ano passado, comparando-se com 2,85 bilhões de euros no ano anterior. A companhia propôs dividendo de 0,46 euro por ação para 2017. Caso isso se confirme, os acionistas poderão receber esse dividendo na forma de novas ações da EDF.

Ainda na França, a Renault informou que seu lucro líquido avançou a 5,11 bilhões de euros (US$ 6,38 bilhões) no ano passado, acima dos 3,42 bilhões de euros de 2016. A receita subiu 15% na mesma comparação, a 58,77 bilhões de euros, e as vendas de carros tiveram alta de 8,5%, a 3,8 milhões de veículos. A ação subia 2,77% em Paris.

O papel da Air France-KLM, por outro lado, tinha baixa de 4,77%. Ele chegou a operar em território positivo logo após o balanço, mas piorou. A companhia registrou prejuízo de 977 milhões de euros, revertendo o lucro líquido de 362 milhões de euros de igual período do ano anterior. As vendas da empresa cresceram 2,4%, a 6,23 bilhões de euros. O resultado agradou num primeiro momento, mas logo analistas mostraram preocupação com a perspectiva da Air France para 2018, o que levou a ação ao território negativo.

Na agenda de indicadores, as vendas no varejo do Reino Unido cresceram 0,1% em janeiro ante dezembro, ante expectativa dos analistas de alta bem maior, de 0,6%. O dado, porém, não prejudicou o humor na bolsa britânica.

Às 7h57min (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,80%, Frankfurt avançava 0,98% e Paris tinha alta de 0,97%. A praça de Milão ganhava 1,24%, Madri subia 1,12% e Lisboa subia 1,16%. No câmbio, o euro subia a US$ 1,2531 e a libra recuava a US$ 1,4101, praticamente estável.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!