Nível de atividade do varejo brasileiro acelera em janeiro – Exame

Segundo ICVA, índice da empresa de meios de pagamentos Cielo, o setor teve alta de 1,3 por cento em sua atividade em janeiro ante mesmo período de 2017

Por Aluisio Alves, da Reuters

access_time 16 fev 2018, 16h16

São Paulo – O nível de atividade do varejo brasileiro teve alta de 1,3 por cento em janeiro ante mesmo período de 2017, descontada a inflação do período, segundo o ICVA, índice da empresa de meios de pagamentos Cielo divulgado nesta sexta-feira.

Ajustado ao efeito calendário, o índice deflacionado apontou alta de 1,9 por cento, após avanço de 1,7 por cento em dezembro. Nominalmente, o indicador teve alta anual de 2,6 por cento. Com o ajuste de calendário, o índice nominal cresceu 3,2 por cento.

“Notamos de fato uma trajetória de recuperação do ritmo de crescimento”, afirmou em comunicado o diretor de Inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto.

Segundo a Cielo, a aceleração do varejo foi liderada pelos setores de bens não duráveis e serviços, com destaque para supermercados, turismo e transporte e drogarias. O segmento de bens duráveis e semiduráveis ficou praticamente estável. A maiorretração foi dos postos de combustíveis.

De dezembro a janeiro, as maiores altas também foram em supermercados e hipermercados, vestuário e artigos esportivos, enquanto as áreas e recreação e lazer, eletroeletrônicos e lojas de departamento tiveram os desempenhos mais fracos.

Por regiões, o Norte teve alta anual real de 5,7 por cento em janeiro, liderando a retomada no país. A regiões Sul e Nordeste tiveram alta de 2,6 por cento cada, enquanto Sudeste e Centro-Oeste tiveram avanços de 0,7 e 0,6 por cento, respectivamente.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!