Via Varejo tem lucro líquido de R$ 129 milhões no 4º trimestre – Jornal do Comércio

A Via Varejo reportou lucro líquido de R$ 129 milhões no quarto trimestre de 2017, resultado 72% superior ao do mesmo período do ano anterior. A companhia, dona das redes de varejo de eletroeletrônicos Pontofrio e Casas Bahia, acumulou em 2017 lucro de R$ 195 milhões, revertendo prejuízo de R$ 95 milhões em 2016, conforme dados auditados.

A empresa também informa o resultado pro forma, que já inclui nos resultados de 2016 os números da operação de comércio eletrônico de forma integrada. A combinação dos negócios de e-commerce com a operação de lojas físicas ocorreu apenas durante o quarto trimestre de 2016. Segundo esse critério, a variação no quarto trimestre é de 918,6% sobre os R$ 13 milhões registrados no quarto trimestre de 2016, enquanto o resultado no acumulado do ano.

Há ainda outras variações, se considerado o resultado pro forma excluindo os impactos de Lei do Bem – os números do quarto trimestre de 2016 foram ajustados por créditos no valor de R$ 399 milhões. Assim, o lucro líquido de R$ 129 milhões no quarto trimestre seria comparado a um prejuízo líquido pro forma ajustado de R$ 251 milhões no mesmo período do ano anterior e o lucro líquido anual, de R$ 195 milhões, reverteria prejuízo pro forma ajustado em 2016 de R$ 1,013 bilhão.

A comparação leva em conta o resultado pro forma, que já inclui nos resultados de 2016 os números da operação de comércio eletrônico de forma integrada. A combinação dos negócios de e-commerce com a operação de lojas físicas ocorreu apenas durante o quarto trimestre de 2016.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da varejista ajustado – excluindo outras receitas e despesas operacionais – atingiu R$ 523 milhões de outubro a dezembro, queda de 4% no informe auditado em relação ao mesmo intervalo de 2016, e no ano somou R$ 1,579 bilhão, alta de 40,9% sobre o ano anterior. A variação pro forma é de alta de 263,4% ante o quarto trimestre de 2016, de R$ 144 milhões, e no ano aumento de 161%, ante R$ 606 milhões em 2016.

O Ebitda também ficou próximo das estimativas, que era de R$ 520 milhões.

A margem Ebitda ajustada foi de 7,0% no quarto trimestre, contra 2,2% no mesmo intervalo de 2016, e no ano subiu para 6,1%, de 2,6%, ainda conforme o demonstrativo pro forma.

A receita líquida da Via Varejo nos três meses finais de 2017 atingiu R$ 7,4 bilhões, crescimento de 11,7% ante os mesmos meses de 2016. No exercício de 2017, ficou em R$ 25,690 bilhões, alta de 29,6%. A administração destaca que nas lojas físicas houve aumento de vendas mesmas lojas (abertas há mais de um ano) de 14,8%, contra queda de 1,7% no quarto trimestre de 2016. Em 2017, o indicador foi de 11,6%, em comparação com queda de 1,9% em 2016.

A receita líquida apurada pela Via Varejo também ficou em linha com a média das estimativas, de R$ 7,584 bilhões.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!