Bolsas asiáticas seguem tom negativo da Europa e fecham em baixa – Jornal do Comércio

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta terça-feira (20), seguindo o tom negativo dos mercados acionários europeus, que ontem recuaram em meio a um volume reduzido de negócios num dia de feriado nos EUA.

Em Tóquio, o índice Nikkei caiu 1,01% hoje, a 21.925,10 pontos, depois de acumular robustos ganhos nos três pregões anteriores.

Segundo analistas, há temores no Japão de que a turbulência vista no começo de fevereiro – quando as bolsas de Nova Iorque sofreram tombos históricos e pressionaram as ações globais, em especial as de Tóquio – possa não ter sido totalmente superada.

Em Hong Kong, cuja bolsa reabriu após quase uma semana sem operar devido ao feriado do ano-novo lunar – como também é conhecido o ano-novo chinês -, o Hang Seng recuou 0,78%, a 30.873,63 pontos, após uma sessão volátil em que chegou a mostrar queda de 1,3% e alta de 0,7%.

Os papéis do HSBC – maior banco europeu em ativos, mas com foco na Ásia – caíram mais de 3% em Hong Kong, após balanço revelar lucro anual antes de impostos abaixo do esperado.

O mesmo feriado de ano-novo manteve fechadas as bolsas da China continental e de Taiwan, que retomam atividades na quinta-feira e amanhã, respectivamente.

Na capital sul-coreana, Seul, o Kospi teve baixa de 1,13%, a 2.415,12 pontos, após avançar por quatro sessões consecutivas. Pesou uma queda de 2% na ação da Samsung Electronics, o principal componente do Kospi.

Exceção na região asiática, o filipino PSEi registrou leve alta de 0,14% em Manila, a 8.722,70 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou praticamente estável, à medida que uma recuperação nos negócios da tarde (pelo horário local) apagou quase integralmente as perdas de mais cedo. O S&P/ASX 200 teve baixa marginal de 0,01% em Sydney, a 5.940,90 pontos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!