Autoridades do Fed elevaram estimativa para crescimento dos EUA em janeiro – Jornal do Comércio

Autoridades do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) concordaram, no mês passado, que a aceleração do crescimento econômico do país fortaleceu seus planos de continuar apertando a política monetária neste ano.

No fim do mês passado, os dirigentes acreditavam que a economia estava posicionada para crescer mais rápido do que quando eles se reuniram em dezembro, de acordo com a ata da reunião de janeiro.

Após a reunião de dezembro, o Congresso aprovou cortes de impostos maiores do que os dirigentes haviam antecipado. O mercado acionário também marcou sucessivos recordes no último mês do ano passado, o que os fez pensar que a economia ganharia um novo impulso.

Também depois da reunião de janeiro, o Congresso aprovou um plano de gastos do governo maior do que o esperado. Como resultado, economistas projetaram que o Fed vai precisar elevar os juros um pouco mais rápido para garantir que a economia permaneça num ritmo uniforme.

Quando os dirigentes do Fed se reuniram em janeiro, muitos haviam elevado suas estimativas para o crescimento econômico, citando aumento dos preços das ações e juros dos Treasuries relativamente baixos, bem como “informações sugerindo que os efeitos do corte de impostos – embora incertos – poderiam de alguma forma maiores que o pensado anteriormente”, diz a ata.

Outros disseram que as perspectivas para que a economia se saísse melhor do que eles esperavam também aumentaram. “A maioria dos participantes notou que uma perspectiva mais sólida para o crescimento da economia aumentou a probabilidade de que uma elevação mais gradual da política monetária seria apropriado”, de acordo com a ata.

Autoridades do Fed “alertaram que desequilíbrios nos mercados financeiros podem começar a emergir ao passo em que a economia continua a operar acima do potencial”. (Matheus Maderal – matheus.maderal@estadao.com)

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!