Bolsas de Nova Iorque digerem ata do Fed e vão para negativo minutos antes do fechamento – Jornal do Comércio

Os principais índices das bolsas de Nova Iorque encerraram o pregão desta quarta-feira (21), em queda, após a volatilidade ter aumentado substancialmente nas duas últimas horas da sessão.

Esperado com ampla ansiedade por investidores, na falta de indicadores econômicos nesta semana de feriado, a ata do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) deu margem para múltiplas interpretações no mercado.

Em um primeiro momento, os investidores avaliaram que o documento tinha uma inclinação menos “hawkish” do que o esperado anteriormente, ao colocar luz para o gradualismo dos juros e a ao dizer que os dirigentes notaram poucos sinais de recuperação ampla do crescimento salarial. Assim, as bolsas de Nova York foram às máximas.

No entanto, essa linha de entendimento não prevaleceu. Isso porque os investidores releram a ata à luz do calendário, e constataram que o documento já havia nascido “datado”.

A reunião do Fed à qual a ata se refere terminou no dia 31 de janeiro. No dia 2 de fevereiro, o Departamento do Trabalho informou que no primeiro mês do ano foram gerados 200 mil novos postos de trabalho e o salário médio por hora avançou 0,34%, acima do esperado pelo consenso de analistas. Entre aquela sexta-feira e a segunda-feira seguinte, dia 5, o índice Dow Jones perdeu 1.800 pontos e teve duas das piores sessões da história, iniciando um processo de correção diante da perspectiva de juros mais altos no futuro. O dia 5 também foi marcado pelo primeiro da gestão de Jerome Powell no comando do Fed.

Feitas essas ponderações, os investidores voltaram a avaliar que o cenário de crescimento econômico dos Estados Unidos segue consolidado, o que sugere mais juros no futuro. Taxas mais altas são menos favoráveis a investimentos de risco, como ações.

Assim, o índice Dow Jones caiu 166,97 pontos (-0,67%), para 24 797,78 pontos. O Nasdaq recuou 16,08 pontos (-0,22%), para 7 218,23 pontos. O S&P 500 perdeu 14,93 pontos (-0,55%), encerrando em 2.701,33 pontos.

Setorialmente, as ações do Walmart estenderam as perdas da véspera, quando o balanço mostrou que a estratégia de investimento em comércio online não mostrou os resultados esperados. Assim, as ações da gigante varejista cederam 2,75%, sendo a principal perda do índice Dow Jones.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!