Rabello apresenta à PF defesa da SR Rating no caso Postalis – Valor

RIO  –  O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, apresentou hoje à Polícia Federal a defesa da SR Rating, da qual é fundador e sócio licenciado, no caso Postalis. Rabello reuniu-se, em Brasília, com o delegado da PF, Luis Flávio Zampronha, responsável pela Operação Pausare, que investiga prejuízos ao Postalis.

Rabello entregou ao delegado um pen-drive com 900 megabites e cerca de 5 mil folhas de documentos sobre a atuação da SR na análise de risco de crédito da Mudar Master II Participações, uma sociedade de propósito específico investida pelo fundo de pensão dos Correios. O investimento terminou em prejuízo de R$ 109,8 milhões para o Postalis. Rabello disse acreditar que fez o que era necessário para elucidar “por completo”, perante a PF, o papel da SR no caso Postalis.

Ele afirmou que a empresa poderá apresentar a documentação a outros órgãos públicos, inclusive à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), se for instada a fazê-lo. “A conduta da SR Rating foi exemplar. E foi exemplar porque é difícil, para uma agência de rating, conseguir fazer alertas durante o monitoramento que sejam antecedentes aos fatos”, afirmou.

Segundo ele, no caso da Mudar, a operação nasceu “correta”, com qualidade de crédito “mediana, mas plausível”, e com garantias. “Depois [a operação] começa a exalar cheiro estranho e a SR tempestivamente faz um downgrade [rebaixamento da nota de crédito] agressivo.” Em setembro de 2012, a SR Rating rebaixou em dois degraus, para “BB-“, na escala global, a nota de crédito da Mudar e, com esse rebaixamento, o Postalis poderia ter pedido o vencimento antecipado da dívida, o que não fez, segundo já relatado por Rabello. Houve ainda, segundo ele, um perdão (“waiver”) com o Postalis se abstendo de pedir o vencimento antecipado da dívida.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!