Randon estima receita bruta de R$ 5 bilhões para este ano – Jornal do Comércio

As Empresas Randon, de Caxias do Sul, estimam para este ano receita bruta total de R$ 5 bilhões e líquida de R$ 3,6 bilhões, alta de 28% sobre as projeções feitas para 2017. Os números finais do ano passado ainda não foram divulgados, o que ocorrerá somente em 13 de março. Até novembro, a receita bruta somava R$ 3,8 bilhões e a líquida, R$ 2,6 bilhões, valores muito próximos aos estimados para 2017: R$ 3,9 bilhões e R$ 2,8 bilhões, respectivamente.

No comunicado enviado ao mercado, o diretor de relações com investidores, Geraldo Santa Catharina, informa projeção de receitas externas (soma das exportações do Brasil e operações no exterior) na ordem de US$ 300 milhões. O grupo pretende importar o equivalente a US$ 51 bilhões e investir valor total de R$ 140 milhões. Os valores representam, respectivamente, elevações de 25%, 13% e 40% sobre as estimativas para 2017.

A empresa também informou o desempenho do primeiro mês do ano. A receita líquida de R$ 275,6 milhões foi 74% superior àquela registrada no mesmo período de 2017. O valor bruto somou R$ 382,2 bilhões, incremento de 70%.

A Fras-le, controlada do conglomerado, consolidou crescimento de 51,1% na receita líquida de janeiro sobre igual mês do ano passado, alcançando R$ 79,9 milhões. O valor bruto chegou a R$ 105,8 milhões, alta de 38,7%.

A diretoria da fabricante de materiais de fricção projeta para o ano receita bruta de R$ 1,6 bilhão e líquida de R$ 1,1 bilhão. São estimados US$ 170 milhões em receitas externas, US$ 20 milhões em importações e R$ 42 milhões em investimentos. O balanço da Fras-le de 2017 também será publicado em 13 de março.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!