Dólar à vista está volátil entre margens estreitas, com exterior misto – Jornal do Comércio

O dólar à vista está volátil entre margens estreitas e exibia um viés de alta na manhã desta quinta-feira (22) na máxima da sessão aos R$ 3,2689 (+0,09%). A moeda começou o dia com viés de baixa e testou uma mínima logo depois, aos R$ 3,2628 (-0,10%).

Pontualmente, os sinais ficam mistos, refletindo ajustes de preços em relação ao fechamento anterior, quando o dólar futuro de março terminou perto de R$ 3,280 (aos R$ 3,2750) e o dólar à vista aos R$ 3,2660, disse o gerente de uma corretora.

O ganho acumulado ante o real de 2,35% em fevereiro até esta quarta-feira, 21, também induz ofertas de dólares entre tesourarias e exportadores no mercado à vista, disse um operador de uma corretora de câmbio

Os ajustes da taxa de câmbio até agora refletem ainda um dólar sem direção única no exterior, em meio a movimentos de realização de lucros recentes e uma diminuição do apetite por ativos de risco, depois que a ata do Fed sinalizou nesta quarta para uma expansão mais rápida da economia americana, que poderá apoiar a trajetória de alta dos juros nos Estados Unidos neste ano. Na quarta-feira, o dólar lá fora também se fortaleceu depois da ata do Fed.

Mais cedo, o Banco Central Europeu (BCE) divulgou a ata de sua última reunião de política monetária, na qual afirma que “podemos rever comunicações sobre o QE (programa de relaxamento quantitativo) no início deste ano”. Em reação, o euro avançou a US$ 1,2309, na máxima do dia; o dólar caiu a 107,14 ienes, na mínima.

Às 9h40min desta qionta, o dólar à vista subia 0,07%, aos R$ 3,2684. O dólar futuro de março recuava 0,12% no mesmo horário, aos R$ 3,2710.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!