Foco no objetivo de inflação tem servido bem ao país, diz BC – Exame

Atualmente, o BC possui mandato simples – ou seja, ele tem como objetivo apenas o controle da inflação, por meio da Selic

Por Estadão Conteúdo

access_time 22 fev 2018, 17h10

Brasília – Em meio às discussões no governo a respeito da possibilidade de se estabelecer um mandato duplo para o Banco Central (BC), a instituição afirmou nesta quinta-feira, 22, ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), por meio de sua assessoria de imprensa, que o foco no controle da inflação “tem servido bem ao País” e que “a lei de autonomia do BC deve consagrar o que já existe hoje de fato”.

Atualmente, o BC possui mandato simples – ou seja, ele tem como objetivo apenas o controle da inflação, por meio da Selic (a taxa básica de juros), atualmente em 6,75% ao ano.

Na proposta de autonomia do Banco Central, que está sendo discutida no governo, uma das medidas estudadas é o estabelecimento de mandato duplo: controle da inflação e crescimento econômico (ou geração de empregos).

De acordo com o BC, a instituição “opera sob o regime de metas de inflação desde 1999 (à semelhança de muitos países no mundo), com foco no objetivo de inflação, o que tem servido bem ao País”.

A instituição afirmou ainda que “o crescimento sustentável é um objetivo do governo como um todo, consequência do aumento de produtividade e eficiência na economia”. “O BC, ao gerar estabilidade monetária e financeira, contribui para o crescimento do País.”

O BC lembrou ainda, em resposta a questionamento do Broadcast, que o projeto de autonomia “faz parte da Agenda BC+ e passou a ser prioridade na agenda legislativa do governo e do Congresso”. Conforme o BC, as áreas técnica e jurídica da instituição, “em conjunto com outras áreas do governo e Congresso, irão se debruçar sobre o assunto”.

Na manhã desta quinta, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, esteve reunido com o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, no Palácio do Planalto, para discutir a proposta de autonomia do Banco Central.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!