Vendas de livros no Brasil inicia 2018 com crescimento – Jornal do Comércio

O primeiro Painel das Vendas de Livros no Brasil de 2018 trouxe números positivos para o varejo do mercado editorial: a pesquisa mostrou um crescimento de 14% no faturamento em relação ao mesmo período de 2017. As vendas em volume cresceram 4,19%.

Segundo o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que elabora o relatório em parceria com a Nielsen, os números refletem o período de volta às aulas, uma combinação de produtos com preços médios mais altos e menos promoções (livros didáticos). A queda do desconto médio em relação ao primeiro mês de 2017 foi de 2,8 pontos porcentuais.

Em um comunicado, o líder da Nielsen Bookscan Brasil, Ismael Borges, disse que “no início do ano é sempre importante lembrar do efeito da campanha de volta às aulas, mas é notável que começamos 2018 com uma base de crescimento melhor do que a verificada no ano anterior, favorecida pelo cenário macroeconômico”.

O Painel das Vendas de Livros no Brasil é divulgado a cada quatro semanas. Os dados são coletados diretamente do “caixa” das livrarias, e-commerce e outros varejistas colaboradores.

Em janeiro, o Painel apontou crescimento de 6,15% em faturamento em 2017 em relação ao ano anterior, cerca de R$ 100 milhões. No volume, o crescimento foi de 4,55% (1,8 milhão de exemplares). Esse foi o primeiro resultado anual positivo e acima da inflação do mercado editorial brasileiro, no varejo, desde 2013, quando se iniciou a série histórica.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!