Venezuela: Milhões desviados por corrupção estão em bancos na Suíça – Valor

GENEBRA  –  Milhões de dólares da corrupção na Venezuela estão guardados em bancos suíços, numa situação parecida com o escândalo da Petrobras no Brasil, informa o jornal “Tages Anzeiger”, de Zurique.

Segundo o Departamento de Estado dos Estados Unidos, os montantes desviados dos cofres públicos na Venezuela podem chegar a US$ 1 bilhão, do qual parte estaria depositado na Suíça.

O caso de corrupção da Venezuela foi revelado em outubro do ano passado, quando quatro funcionários do país foram detidos na Espanha a pedido dos EUA. Entre eles, estava um ex-vice-ministro de Energia do governo Chávez, Nervis Vilalobos Cardenas. São acusados de terem desviado dinheiro da companhia nacional de petróleo da Venezuela (PDVSA), e uma parte estimada em US$ 27 milhões foi depositada na Suíça.

O jornal de Zurique cita o Credit Suisse como um dos bancos que receberam depósitos da corrupção na Venezuela. O banco não comentou a acusação, mas insistiu que dispõe de mecanismos de controle interno para lutar contra a criminalidade financeira.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!