Bolsas asiáticas superam preocupação com juros nos EUA e fecham em alta – Jornal do Comércio

As bolsas da Ásia fecharam em alta nesta sexta-feira (23), seguindo o tom majoritariamente positivo dos mercados acionários de Nova Iorque e deixando temporariamente de lado incertezas sobre a perspectiva dos juros nos EUA. Ontem, os índices Dow Jones e S&P 500 subiram em Wall Street, enquanto o Nasdaq caiu levemente.

No pregão anterior, a maior parte dos negócios asiáticos foi pressionada por especulação de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) poderá elevar juros mais vezes do que se previa anteriormente este ano, diante de sinais de melhora da economia americana e de avanço na inflação.

Analistas, porém, dizem que a Ásia tem condições de assimilar futuros aumentos de juros pelo Fed, uma vez que a perspectiva é de enfraquecimento do dólar e de bom desempenho de suas exportações.

O mercado sul-coreano liderou os ganhos hoje na região, com alta de 1,54% do Kospi, que terminou a sessão a 2.451,62 pontos, seu maior nível em duas semanas e meia. Ajudou o índice seu maior componente, a Samsung Electronics, que avançou 1%.

Em Tóquio, o Nikkei subiu 0,72%, a 21.892,78 pontos, à medida que o iene reverteu a tendência de ontem e se enfraqueceu ante o dólar durante a madrugada. Com isso, o Nikkei garantiu sua segunda semana de valorização, com alta de 0,79%, o que não acontecia há três meses e meio.

Na China, as bolsas ampliaram ganhos de ontem, quando retornaram de uma semana de feriado em comemoração ao ano-novo lunar. O índice Xangai Composto avançou 0,63%, a 3.289,02 pontos, graças ao bom desempenho de siderúrgicas e produtores de carvão, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto exibiu leve ganho de 0,18%, a 1.775,17 pontos.

Pequim anunciou hoje que assumiu o controle da seguradora Anbang Insurance Group, por supostas atividades ilegais.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng subiu 0,97% em Hong Kong, a 31.267,17 pontos, e o Taiex mostrou ganho de 1,24% em Taiwan, a 10.794,55 pontos, alcançando o maior patamar desde o começo do mês, mas o filipino PSEi foi exceção e caiu 0,56% em Manila, a 8.467,56 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana foi impulsionada por ações de mineradoras e do maior banco doméstico, o CBA. O S&P/ASX 200 avançou 0,82% em Sydney, a 5.999,80 pontos. Na semana, o ganho do índice foi de 1,6%, o maior desde outubro do ano passado. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!